sábado, 23 de abril de 2011

Pesquisa revela que adolescentes brasileiros na faixa etária de 15 anos têm, no máximo, 10 livros em casa

Aos seis anos, Fernando Soares Gesser, hoje com 14 anos, devorou Harry Potter e A Pedra Filosofal. De lá para cá, perdeu as contas de quantos livros leu. A leitura faz parte da rotina dele e da decoração do quarto. As dezenas de livros estão enfileiradas na estante. O garoto é exceção entre os estudantes brasileiros. Uma pesquisa do Movimento Todos Pela Educação aponta que 40% dos jovens de 15 anos não têm livros ou possuem no máximo 10 em casa.

O levantamento foi feito com base em dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) de 2010, que fez provas com estudantes de 64 países. O Brasil, que comemora nesta segunda-feira o Dia Nacional do Livro, pelo nascimento do escritor Monteiro Lobato, entrou na lista dos estudantes que menos leem.

Se quatro em cada 10 estudantes têm no máximo uma dezena de livros em casa, outros 30,4% admitiram que o número não supera os 25. Somente 8,1% dividem espaço na residência com mais de cem obras. Em uma comparação, na Islândia, mais da metade da população estudantil conta com verdadeiras bibliotecas particulares, formadas por mais de uma centena de edições.

Luxemburgo, um país europeu entre a Bélgica, a França e a Alemanha, é o campeão: nada menos do que 15,7% de seus estudantes têm mais de 500 obras.

Biblioteca só com as obras favoritas na estante
Fernando tem cerca de 30, a quantidade era bem maior antes de doar parte das obras para a biblioteca da escola, onde vai com frequência.

“Não gosto que eles fiquem aqui acumulando na estante. Deixei em casa só os meus favoritos”, observa.

O predileto é O Pequeno Príncipe, Saint-Exupéry. Agora, tem lido literatura brasileira. Fernando tem consciência de que a leitura é importante para diversos aspectos no estudo e na vida. Além de uma boa compreensão textual, ele escreve bem e tem um vocabulário variado.

Para a diretora executiva do Todos Pela Educação, Priscila Cruz, é possível falar, de uma maneira geral, que menos livros em casa significa menos leitura.

No caso do Pisa, os países onde os estudantes têm poucas obras disponíveis na residência, tiveram os piores desempenhos nas provas.

Priscila lista alguns motivos para os estudantes brasileiros não terem livros em casa: preço muito alto das obras, que ainda são artigos de luxo e falta de incentivo da família, cujos pais ou não têm escolaridade ou preferem dar outros presentes, como roupas ou eletrônicos.

A professora Carine Morossino Santos, especialista em alfabetização e literatura infantil, aponta ainda a internet como concorrência desleal para as folhas de papel. Além disso, ela acredita que crianças e jovens precisam de exemplos dos pais e incentivo dos professores para se sentirem estimulados. As vantagens de estarem adaptados com as letrinhas são muitas. Ler faz o aluno ficar mais atento, ajuda no raciocínio e na escrita.

“Além disso, contribui na interpretação não só de textos, como de tabelas e gráficos, o que tem se mostrado importante para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio)”, acrescenta.

Indicadores de leitura
O Pisa
- O Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) apresenta indicadores educacionais que possam ser comparados entre países, mostrando, assim, a eficiência dos sistemas nacionais.
- As avaliações são feitas a cada três anos, com provas de leitura, matemática e ciências. A cada edição, uma das áreas é enfatizada – na última foi leitura, e o exame incluiu, pela primeira vez, textos online.
- Fazem as provas alunos de 15 anos dos 34 países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e de mais 31 convidados.
- Para o levantamento, o Movimento Todos Pela Educação fez um recorte. Os estudantes que participaram do Pisa, tinham que responder um questionário, uma das perguntas foi relacionada aos livros. Com base nas respostas, foi feita a pesquisa.

Livros e Internet
- Você se lembra do livro que leu aos 10 anos? E o que foi lido na semana passada? Em que parte você parou no livro de cabeceira? O site www.skoob.com.br é uma espécie de rede social de livros. Nele, você cadastra todos os livros que já leu, dá sua opinião sobre eles e lista as obras que quer ler. Além de adicionar amigos e conferir como anda a leitura deles. O Skoob conta ainda quantas páginas você já leu na vida.


Fonte: Diário Catarinense
http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/portal-social/19,0,3278835,Pesquisa-revela-que-adolescentes-brasileiros-na-faixa-etaria-de-15-anos-tem-no-maximo-10-livros-em-casa.html

Encontre o ILEP no Facebook


domingo, 17 de abril de 2011

Meditações de Páscoa no ILEP: "A gruta vazia está cheia de vida."

Na semana que antecedeu a Semana Santa ou Semana da Paixão, alunos e alunas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano) participaram, com alegria, da meditação de Páscoa com a Pastora Scheila. "O que tem dentro de um ovo?" Essa pergunta deu início à conversa sobre a vida que o ovo guarda dentro de si. "Tem pintinho, tem patinho, tem lagartixa, tem jacaré, tem dinossauro, tem ema..." - disseram as crianças. O ovo guarda vida dentro de si! 

Ao ser crucificado e sepultado, Jesus não ficou entre os mortos. Ele vive! Ressuscitou! Jesus Cristo morreu e foi sepultado dentro de uma gruta. A gruta lembra a casca do ovo que guarda vida dentro de si. Assim como o pintinho quebra a casca do ovo para nascer, assim Deus fez com que a “casca se rompesse”, isto é, permitiu que Jesus saísse da gruta. Por isso o ovo é símbolo de Páscoa: De dentro dele surge vida. A casca do ovo vazia no galinheiro anuncia a vitória do pintinho que dali nasceu; a gruta vazia anuncia vida plena, esperança e ressurreição, no tempo oportuno de Deus, para toda pessoa que crê em Cristo, porque Jesus ressuscitou!


As crianças ouviram a história da Semana Santa, e especialmente, dos acontecimentos do Domingo de Páscoa, com o auxílio de projeção em data-show; cantaram: "O que tem dentro de um ovo?" e "Chegou a Páscoa" e assistiram, ainda, a um vídeo sobre como os coelhinhos preparam os ovos de chocolate e ovos cozidos para serem presenteados na Páscoa. Porque Jesus ressuscitou na Páscoa, todos ficam alegres! Por isso as pessoas se presenteiam com chocolate e outros doces; para expressar e compartilhar de sua alegria. Ao final da meditação, cada criança levou consigo o "Informativo de Páscoa" e um pacote com pipocas de chocolate! 

Clique nos link's acima para visualizar o "Informativo do Páscoal" e baixar o arquivo mp3 da canção "O que tem dentro de um ovo".

Uma Abençoada Páscoa!

quinta-feira, 14 de abril de 2011

CONVITE - Palestra LUTERPREV - Onde é Prudente ser Previdente?!


Nesta quinta-feira, 14 de abril de 2011, estará em Campo Novo do Parecis, em visita ao Instituto Luterano de Educação do Parecis – ILEP, o Sr. Everson Oppermann, Diretor Geral e Executivo da LUTERPREV, entidade de previdência complementar que atua nos segmentos pessoal e corporativo, há 15 anos no mercado.
A LUTERPREV vem a Campo Novo do Parecis tratar com o ILEP de um programa que acontece em outras 16 escolas da Rede Sinodal de Educação, o PEF – Programa de Educação Financeira, que visa fortalecer nas crianças, jovens e adultos o raciocínio financeiro, a visão ética e de responsabilidade social necessários para a construção de uma sociedade sustentável.
Na oportunidade convidamos os senhores a participar de um diálogo sobre a situação previdenciária em nosso país e os cuidados necessários ao futuro de nossas famílias e empresas/corporações. Onde é prudente ser previdente?! A LUTERPREV tem como dever e missão promover renda às pessoas. A atração e a retenção dos melhores talentos humanos dependem de benefícios que tenham expectativa de futuro e tornem o profissional respeitado e estimulado. Entre os planos da LUTERPREV estão os de previdência complementar, também voltados ao Adolescente, à Criança, à Educação, Lazer e Cultura, e os de Pecúlio, Pensão e Pensão Educacional.

Local: Auditório do Escritório Contábil Campo Novo – Av. Brasil, 1124 NE
Horário: 19h30min

Certos de poder contar com vossa honrosa presença, nos despedimos com votos de um abençoado trabalho.

P. Prof. Claus Martin Dreher

Diretor do Instituto Luterano de Educação do Parecis – ILEP
direcao@ilep.com.br
www.ilep.com.br

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Oficina de Xadrez

A partir de abril o ILEP oferece aos seus estudantes, com idade a partir de 7 anos, três horários para o estudo e a prática de Xadrez.

O xadrez é um jogo milenar que faz com que as crianças desenvolvam o raciocínio lógico e matemático, pensamento estratégico e principalmente a paciência e a concentração, além de capacitar a defender pontos de vista e de expressar ideias através do tabuleiro. É por isso que o xadrez é classificado por alguns como jogo, por outros com arte e para muitos como ciência.

Ao custo de R$30,00 mensais, a oficina de Xadrez, orientada pelo Prof. Fábio Lima, acontece 3ª e 5ª-feira das 13h30min às 15h e 6ª feira das 8 às 9h30min. Inscrições na Secretaria do ILEP, com o pagamento da primeira mensalidade; as demais serão cobradas via boleto.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Projeto Construindo sua Pilha - 2ª Série do Ensino Médio

Os estudantes da 2ª Série do Ensino Médio desenvolveram, na disciplina de Química, aula experimental, na qual expuseram as pilhas que eles mesmos montaram. Com base nos conceitos de eletroquímica apresentados em sala de aula pelo Prof. Henrique Sobreira, os estudantes foram desafiados a construir suas pilhas identificando tecnologias e utilizando recursos do cotidiano, identificando tipos de energias alternativas.

Confira, nas imagens a seguir, alguns resultados:


Ensino Médio da Rede Sinodal de Educação é destaque - Marcas de Quem Decide 2011 - Jornal do Comércio

Em matéria publicada no Jornal do Comércio/RS, na última segunda-feira, 28 de março, divulgando os resultados do projetor 'Marcas de Quem Decide', o Ensino Médio das Escolas da Rede Sinodal de Educação aparece na ponta entre as mais lembradas. O caderno especial traz informações acerca da pesquisa sobre as marcas mais lembradas e preferidas no Rio Grande do Sul
            O projeto 'Marcas de Quem Decide', realizado pela Qualidata Pesquisas e Conhecimento Estratégico, avalia simultaneamente os índices de lembrança e preferência de marcas em diversos setores da economia. O estudo é feito no Rio Grande do Sul, desde 1999, junto a gestores empresariais e profissionais liberais, distribuídos nos principais municípios com participação igual ou superior a 0,5% do PIB Gaúcho.
            No link a seguir é possível conferir os resultados relativos à categoria “ensino médio”,  entre as 103 avaliadas. A Rede Sinodal, pela primeira vez, aparece em destaque, na terceira colocação.

           
            Cada vez mais as marcas individuais das instituições estão sendo somadas em favor da marca da Rede Sinodal. Isso é decorrente, certamente, do excelente trabalho que vem sendo realizado nas nossas instituições

domingo, 3 de abril de 2011

Informativo ILEP - Nº 2 - 01/04/2011

O Informativo ILEP surgiu com o objetivo de divulgar os eventos diretamente relacionados aos interesses da comunidade escolar e melhorar a comunicação entre a Escola (direção, professores, funcionários e setores) e as famílias dos alunos.

Leia na íntegra o Informativo do ILEP.

Principais notícias desta edição:

- Mérito Acadêmico - Fevereiro/2011
- Novo Horário das Aulas de Reforço
- Novo Horário de Educação Física – 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental
- Turno Integral e Berçário - Matutino
- Oficina de Xadrez
- Pais Representantes de Turma
- Agenda dos Simulados do ILEP
- Rotina de Acolhida dos Estudantes no Turno da Tarde